quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Mar de perdição

Junto as mãos ao teu rosto, saboreio a doçura dos teus lábios.
Procuro sentir o calor que me transmites, fervo por completo.
Seduzo o teu olhar, junto o teu peito ao meu, sinto a delicadeza dos teus seios no meu peito firme.
A tua pele quente e sedosa é o meu completo delírio, perco-me por entre cada centímetro dela.
Ardo na chama da tua fogueira, és paixão doce e pura.
Não quero sentir o amor, esta noite é para to fazer sentir em cada curva  com que Deus te contemplou.
Os meus lábios procuram o fogo de ti.
Sou o eterno adolescente que se deleita por entre a tua feminilidade.
Faço dos teus seios a montanha a escalar, intransponível até este momento de pura sedução.
Agarro as tuas mãos com as minhas e procuro prende-las ao meu corpo.
Sinto todo o vigor que me impões, sou teu neste momento eterno.
Procuro o teu deleite, arrancar dos teus olhos o sinónimo de um amo-te.
O teu corpo perfeito é o meu altar, no qual consagro para todo o sempre esta noite e grito à lua  que sempre te amei.
Nas tuas pernas imagino o vasto oceano por onde um navio se pode perder para todo o sempre e jamais ser encontrado.
Nas tuas pernas sei que encontro o meu mar de perdição, quero afogar-me dentro de ti.
Anseio pelo momento em que te sinto para sempre minha, quero poder olhar no fundo dos teus olhos, chegar à tua alma.
 Desejo agarrar o teu coração com ambas as mãos e criar um cofre de ouro no qual o transportarei pelo caminho da vida sempre a meu lado.
 Nesta noite arranco dos teus lábios o meu nome, farei com que as tuas palavras sejam súplicas de amor.
Que essas palavras proferidas no calor da paixão gravem para todo o sempre a ferro e fogo o teu nome no meu coração.

5 comentários:

  1. E se o teu nome não for gritado, expulso do gesto como um relâmpago riscado no azul que te abraça a ferros, imagina... Pensa apenas que a noite será mais longa do que as horas, mais breve que o orgulho e ainda que os perfume das flores possa já ser esquecido, já sabes, coisas de um ontem que não se consagrou... Ainda que o meu sabor seja mais ténue do que o teu desejo ardido, palavras e notas soltas não se importam connosco...Que gelada que está a noite por ti escolhida!!!
    (desencontro seguido ;) Parabéns!!!)

    ResponderEliminar
  2. Lindo texto! Adorei o blog, passarei mais vezes aqui...
    Ah! Obrgada pela visita no Vida Bailarina.
    bj

    ResponderEliminar
  3. Está Divinal , li.., senti o desejo provocado pela descrição de um momento sblime e apaixonado, carregado de sensualidade e até mesmo de erotismo , e penso que isto sim ...é gratificante para quem escreve , compõe , realiza! Quando se tem o dom e se consegue transmitir a quem nos lê todo este mar de sensações. :) És GRANDE MEU REI!! LU a lot.

    ResponderEliminar
  4. AHH, QUANTO AMOR EM TUAS PALAVRAS AMIGO!
    E ESTE TEXTO ESTÁ PERFEITO, COMO OS OUTROS, PORQUE LI VARIAS AQUI :] SÃO COMPLETAMENTE LINDOS..! PARABÉNS.
    OBRIGADA PELA VISITA E PELO COMENTARIO, SEJA BEM VINDO SEMPRE QUE QUIZER! ^^"

    ResponderEliminar