segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Esperança Renovada

Agora que te encontrei sei que sempre me pertenceste e que o rosto que revia em sonhos te pertencia.
Somos corajosos como soldados debaixo do luar.
Agarraste a mim, assusta-me o fim do mundo.
Inclina-te para mim e deixa o mundo desabar.
Deixa-me estar ao teu lado retirar-te o fardo, diz-me tudo o que desejas que eu seja.
Cada suspiro é uma canção em que a letra é o meu expresso desejo de reconhecer e amar para todo o sempre.
Amarras-me para todo o sempre à memória.
Para sempre és tu, a memória secular que me acompanha desde o nascimento.
Sou o filho do mundo, da floresta e das águas sou o resultado de uma oração perdida no tempo.
O espírito que te pertence desde os primórdios.
Sou o admirador do brilho dos teus olhos que um dia num relance encontrei e me deleitei de imediato num sonho maravilhoso.
Sou o simples ser que te ama.
Que neste mundo perdido deseja indicar-te o caminho.
Somos aqueles lutamos pelo Éden quando tudo desaba. Quando a sociedade se perde.
Oro à Deusa Coragem para que o caminho, embora tortuoso seja de hoje em diante ao teu lado.
És o sonho e a esperança num mundo melhor, por isso mesmo que o mundo termine ganhei fé num novo renascer, numa nova vida.
Num mundo cruel, acredito na fé, no amor, e na esperança.
Talvez seja sonhador, mas com amor tudo se vence.

Sem comentários:

Enviar um comentário